terça-feira, 9 de julho de 2013

A aspiração folicular

Chegou o dia da aspiração! Parecia que a barriga iria explodir, mas acordei confiante que os 24 folículos carregavam óvulos lindos e maduros.
Acordei cedo, pois devemos estar em jejum total. Estava um dia lindo... Eu e meu marido acordamos cedo e chegamos no horário à clinica. Eu estava bem tranquila, quando chegamos a médica (acho que não mencionei, ela é a pessoa mais fofa do mundo, carinhosa e me passa tranquilidade...) já estava na recepção. Enquanto meu marido preenchia os contratos, porque não tem como fugir de toda a burocracia (nem contei o stress dos exames, quase que não consigo fazer o tratamento, deixarei para um post à parte, foi muito tenso porque a clínica fez uma série de exigências e os resultados não chegariam a tempo). Mas por fim deu certo e lá estava eu a caminho da sala.
Coloquei a usual camisola de cirurgia, fui encaminhada à sala onde me deitei na maca em posição ginecológica a anestesista me disse que deu o remédio, aquele que dá um barato bom e dormi...
Foi rápido, acordei com fome. Fiz o lanche, mas como tive a Síndrome da Hiperestimulação Ovaria, tive que tomar albumina (algumas doses na veia).
Neste meio tempo, chegou a vez do meu marido, que estava me esperando na sala de recuperação, fazer a parte dele. Imagino que não seja fácil em um ambiente de pressão, as faz parte...
Depois de 1 hora já estava liberada e fui para a casa, com a recomendação de repouso.
Como tive muitos folículos, me senti bem mal. A recuperação foi bem pior em relação à videolaparoscopia. Apesar das recomendações médicas, 2 dias depois estava trabalhando, mas a barriga ficou gigantesca, com dores para deitar/levantar, gases, enjôos.
Tive que cuidar da alimentação, além da albumina. Como já sabia da hiperestimulação, sob orientações médicas, já estava ingerindo bastante proteína (carne, ovos) e depois da aspiração, a recomendação foi tomar bastante líquido, ingerir proteína do WheinProtein (aquela que usamos na academia para treinar – quem faz musculação) e Buscopan para as dores.
Posso dizer que o pior sintoma foi o excesso de líquido no corpo, na barriga principalmente e dificuldade para respirar, o que dava dor no peito. Até pensei em ir ao hospital, mas depois de uma semana, tudo voltou ao normal, inclusive a barriga.
Tinha medo de engordar, não só pela alimentação e hormônios, mas pelo que havia lido em algumas notícias. Engordei uns 2 quilos, mas perdi logo...
Agora... expectativa para esperar o desenvolvimento dos folículos no relatório da clínica após a ICSI – Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóides, que foi o tratamento de optamos.




A ICSI é um tipo de fertilização in vitro que consiste na micro-injeção de um único espermatozóide no citoplasma do oócito (óvulo). Após esse procedimento, os oócitos são mantidos em incubadora, onde completa-se a fertilização e inicia-se o desenvolvimento do embrião, e como na FIV convencional, após 2-3 dias os embriões são transferidos ao útero materno.
 ICSI é idêntico ao de um tratamento de FIV, com a diferença de que o técnico de laboratório escolhe um espermatozóide viável para cada óvulo. Com auxílio de um microscópio este espermatozóide é aspirado para uma fina agulha de vidro e é injetado num dos óvulos. O processo é repetido para todos os óvulos recolhidos que aparentemente estejam maduros e não apresentem anomalias.
• Menos de um minuto depois de a agulha ser retirada, o óvulo recupera a sua forma original.
• No prazo de 18 horas, o embriologista poderá determinar se ocorreu ou não a fertilização.

• No prazo de 24 a 72 horas, o embriologista poderá determinar se o embrião se está a desenvolver.

Esperando os resultados...