quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Aprendendo a lidar com o negativo da FIV

Meninas, tenho escrito pouco, mas é que estou sem novidades.
Estou no aguardo da aprovação do plano médico dos exames de sangue para avaliar trombofilia e farei o Cross Match na semana que vem.
Apesar de todas as dúvidas sobre a eficácia do Cross Match, conversei com meu marido e acho que vamos fazer. O grande problema é que sei que o resultado recomendará as tais vacinas e não há consenso se realmente funcionam – e tenho dúvidas se realmente funcionam.
Todos os exames normais, não sei o que pode ser... então devemos pensar em como usar os recursos da ciência, mesmo que ainda esteja em dúvida.


Voltei a fazer atividades físicas e o meu corpo voltou ao normal. Tinha ficado bastante inchada e com uns quilos extras, agora já me recuperei fisicamente.
Já no aspecto psicológico, posso dizer que estou com a sensação de ressaca. Parei de falar sobre o assunto com meu marido, que estava ficando estressado – e não apenas com o assunto, mas também com o trabalho, aí junta tudo, um caos.
Não sei se comentei, mas eu e meu marido trabalhamos juntos, tentamos separar as coisas, mas não tem sido fácil. No trabalho, tivemos mudança de diretoria, muita pressão por metas e início das aulas na faculdade (já que somos professores também, é bem agitado).
Ele estava tão carinhoso comigo quando achava que eu estava grávida, me sentia uma princesa. Depois do negativo, ele mudou completamente... Ai, isso me deixa tão triste.
Posso dizer que um negativo na FIV abalou nosso casamento.
Agora estou esperando passar este semana estranha para retomar tudo semana que vem. Estou juntando forças e vamos lá...