sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Reunindo força para continuar após o Negativo

 
Pois é, meninas quem está me acompanhando sabe que não foi ainda desta vez. Nesta 2ª FIV nenhum dos três embriões transferidos (blastos de 5 dias) conseguiu implantar. Realmente é triste, estou sentindo o baque do resultado.
 
Ontem fui logo cedo fazer o Beta no laboratório, mas já tinha feito o exame de farmácia e não tinha muitas esperanças. Na verdade, preciso dizer que ainda tinha um tiquinho, um restinho de esperança de que o teste de farmácia pudesse falhar (é aquele nosso lado irracional que nos empurra à um feixe de luz, apenas do lado racional já ter a resposta).
 
Como esperado, o resultado do Beta começou com um "zero" bem grande indicado que não haveria dúvida sobre o negativo. Logo depois o médico o ligou dizendo que o valor é tão baixo que não dá para afirmar se chegou a haver atividade, ou seja, se em algum momento os embriões chegaram a se fixar.
 
Tem sido muito triste este processo, embora esteja ciente de que tudo depende das estatísticas e que é uma "roleta russa" de probabilidades. Fazemos tudo o que está ao nosso alcance, usando o que a ciência nos oferece e sendo rigorosos nos horários das medicações, mas nem sempre as coisas acontecem quando queremos.
 
Além de todo este stress (confesso que chorei bastante quando cheguei do laboratório já prevendo o negativo), tive que levantar, trocar de roupa e ir trabalhar, passando o dia todo com um sorriso no rosto, enquanto por dentro o coração estava dilacerado. 
 
Outro stress foi com a proprietária da clínica e acabo registrando aqui porque em um momento tão sensível, ela foi absurdamente grosseira após um questionamento meu e do meu marido sobre uma cobrança. O motivo deste blog é relatar meus sentimentos e não vou falar o nome da clínica, pois não é este o objetivo, mas vou contar o que aconteceu: ao lermos o contrato, dizia que o valor pago referente à clínica (R$6mil) incluía punção e transferência. Todavia, fiz a transferência no mês seguinte e foi cobrando um valor extra de R$2,2mil e questionamos que já estava incluso. Ela respondeu por email absurdamente grossa, copiando o médico e nos atacando pessoalmente. Um horror, postura nada profissional. Infelizmente.
 
Bom, neste processo todo, como eu estava fragilizada, pedi ao meu marido para se controlar e responder apenas um OK. Ele fez isso em respeito a mim, mas disse que ficou "com o sapo entalado na garganta". Foi péssimo e fiquei sem reação com o email, até pensando em fazer a transferência para outra clínica dos embriões que ficaram lá.
 
Agora estou aguardando o retorno do médico e vi uma mensagem (abaixo) que vou usar como lema neste processo, já que da última vez acabei paralisando tudo por um ano, o que não vai acontecer de novo, pois terei muita força todos os dias.
 

 
Entendo que o que aconteceu foi apenas um adiamento. Fico preocupada com minha idade porque completarei 38 anos daqui a alguns dias, mas vejo relatos - e tenho várias amigas que somente conseguiram aos 40 e ainda há tempo. Vai dar certo! Como diz o samba "Sacode, levanta a poeira e dá a volta por cima".