quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Foi uma Quarta-Feira de Cinzas "Cinza"


Infelizmente escrevo para expressar minha tristeza. Uma profunda tristeza. Não quero me abater pela sensação de derrota, mas hoje me permito deixar levar por um sentimento de decepção.

A Quarta-Feira de Cinzas foi "Cinza". O tempo ficou cinza o dia todo com a chuva, mas o tom cinza chegou na parte da tarde em meu humor. Vou contar aqui brevemente...


Saí para fazer o Beta e como me atrasei um pouco, não estavam mais fazendo a coleta no laboratório. Com isso, teria que esperar até amanhã. Obviamente, não aguentei e convenci meu marido a comprar um teste de farmácia. Ele sempre está comigo, em todos os exames e todas as vezes em que fui comprar medicação. Compramos um destes testes da Confirme e voltamos para casa.

Fui direto ao banheiro e, na hora, já vi que era uma marca só no teste. De cara, já saquei que não iria aparecer a outra. Putz, mais um negativo... Não acredito. Vejam o resultado.

Nem um dos três embriões congelados que foram transferidos (no D5) implantaram...


Dei uma desabada, eu e meu marido nos abraçamos e ele me acalmou, dizendo que vamos tentar até dar certo, não importa quantas vezes sejam necessárias. Isso é muito importante, mas me dei ao direito de ficar triste porque é tanta energia envolvida neste processo, expectativa, remédios, exames, consultas, esperas, planos, tudo!

O médico foi muito gentil (como sempre) e me ligou à tarde, vendo que o resultado não estava disponível no site do laboratório para consulta. Acho que nem consegui falar direito com ele, pois tentei segurar o choro. Ele me disse para ainda continuar com a medicação e fazer o Beta Quantitativo no laboratório amanhã. Sei que há poucas chances de um falso-negativo e estou juntando forças para o próximo ciclo.

O que fazer após o Beta Negativo? É isso... Juntar os cacos mais uma vez e levantar a cabeça. Vai ser difícil trabalhar amanhã e ter concentração, mas tirarmos a força de algum lugar que não sabemos qual e seguimos em frente...

Agradeço a todas que torceram por mim, de coração. Gostaria muito de um dia poder encontra-las pessoalmente e dizer obrigada pelo apoio.

Quando criei este blog, foi uma forma de aliviar a ansiedade de todo o processo e ter um registro. Depois percebi que ele cresceu e, além do número de acessos que aumentou muito, acabou se tornaram um espaço para troca de informações, sensações e experiências.

Mais uma vez, obrigada a todas que torceram por mim. Estou foi apenas mais uma etapa, seguirei contando por aqui as outras histórias. Suponho que o próximo passo seja compreender o motivo da falha de implantação, que aconteceu novamente. #força #esperança #guerreira #perseguindomeusonho