sábado, 10 de janeiro de 2015

Começando o ano, com expectativas e energia positiva!

Olá, meninas! Um feliz 2015 para tod@s, um “ano fértil” para quem está nesta batalha, que é algo que parece tão simples, um grande medo quando começamos nova vida sexual, imaginando que podemos engravidar com qualquer problema com a camisinha, mas vira um tormento quando estamos casadas e queremos ver a família crescer e isso não acontece... Pois é, mundo cruel...

Mas para resolver isso tenho apelado para a ciência! Lembro-me de um domingo, quando era criança, o programa Fantástico apresentou o primeiro bebê de proveta no Brasil, em 1984. Agora ela já está com 30 anos, vejam: http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2014/10/primeiro-bebe-proveta-do-brasil-e-da-america-latina-completa-30-anos.html

A técnica foi desenvolvida na Inglaterra e em 1978 nasceu o primeiro “bebê de proveta”, com muita desconfiança no meio médico, dos religiosos e uma esperança para quem não conseguia engravidar naturalmente.

Com esta esperança, inicio o ano de 2015. Ontem meu médico respondeu a um email que enviei antes do Natal, questionando sobre os próximos passos. Ele disse estar em férias e pediu para comunicar quando vier a menstruação para nos prepararmos para a transferência ainda em fevereiro.

Ainda não consegui perder os 2 Kg que ganhei com o tratamento para estimulação dos óvulos e, de quebra, ganhei mais 2 Kg com as gulodices de final de ano. Já são agora 66 Kg, preciso voltar ao peso normal. Voltei às atividades físicas e estou tentando ser mais saudável, preciso estar bem para o próximo tratamento.

Não deixei de tomar as vitaminas de sempre (B e C), ácido fólico e a Metformina para os ovários policísticos.

Nesta segunda já retornarei ao trabalho, retomando tudo com muitas expectativas!