sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Como dizem... “Calma, é aos poucos que a vida vai dando certo!”

Bom dia, meninas! Quando comecei a escrever no blog era para ser um diário a partir do momento que iniciei a FIV. E, como um diário, esperava escrever todos os dias para contar a evolução do tratamento – que na minha cabeça, já daria certo na primeira vez e aí já começaria na fase da gravidez. Pois é, não foi bem assim que as coisas aconteceram... Este espaço foi ganhando novos contornos com o caminhar que a vida foi definindo.
Aos poucos, o blog se transformou em uma descrição dos vários processos e das várias tentativas neste projeto da minha vida, que é o mesmo de várias mulheres e acho que isso tem ajudado muita gente.
Embora não fosse esta a intenção inicial, ao compartilhar minhas experiências, angústias, desventuras e conquistas, este espaço virtual se ampliou e tenho trocado muitas informações e deixando muitas mulheres à vontade para contar o que estão passando.
Isso porque, de forma muito sincera, quando não conseguimos a maternidade, lá no fundinho, vem aquela dúvida: “Será que isso só acontece comigo”? Embora os companheiros estejam presentes e os médicos repassem os diagnósticos, não é a mesma coisa. Sempre bate aquela insegurança, bem lá no fundo, que parece só acontecer com a gente, porque todas as amigas estão engravidando, onde quer que a gente vá tem as mulheres com aquela barriga e com a gente... nada!
Poder contar para vocês minha experiência também mostra que nem sempre o tratamento dá certo na primeira vez. Isso foi algo que aprendi e hoje estou consciente. Há muita expectativa envolvida, mas tem coisas que não dependem de nós, da ciência ou do médico, mas do jogo de probabilidades e estatísticas da natureza.
Ter paciência e persistência, isso tem sido fundamental. Em alguns momentos, tomar decisões pensando no futuro para um dia poder dizer, “eu fiz o meu melhor” e acreditar que vai dar certo. Este processo tem me ensinado muito...
Bom, agora que viajei nas elocubrações...kkkkk... volto ao motivo pelo qual escrevi o post: hoje chegou “maré vermelha” e, embora sempre fique mal humorada com isso, desta vez comemorei porque a menstruação é o sinal para começar a medicação para transferência!!!!!!! No domingo começarei com a Primogyna e dentro de alguns dias, mais uma TEC.
Queridos embriões, me aguardem que estou preparando o bercinho (meu endométrio) para vocês!!!