quinta-feira, 9 de abril de 2015

Voltando para contar o resultado do Beta

Meninas, minhas atualizações não têm sido regulares, mas venho hoje contar como foi o resultado do Beta na segunda.

Gostaria de dar uma boa notícia, mas foi outro negativo. Pois é, muita tristeza...

Acordei cedo, fiz o exame e fui para a reunião de trabalho, tentando não pensar no resultado, que ficaria pronto depois das 17h. Não aguentei e por volta das 16h entrei no site do laboratório e ele está lá. Hesitei, mas abri e... outro negativo. Tentei não chorar, não demonstrar alteração perante minha equipe, pois como gestora não queria que me vissem chorando. Fui até minha sala, liguei para o marido, que ficou triste e tentou me acalmar. Respirei fundo, coloquei um sorriso no rosto para disfarçar e atender uma pessoa que estava me esperando.

Neste dia, ainda na segunda, fiquei na faculdade até a noite para atender os alunos da Pós. Uma delas veio comentar comigo que precisará interromper o curso devido à gravidez e como poderia ajuda-lo com as dispensas de disciplinas. Neste momento, na mesma sala, na mesa de outro coordenador, estava um outra aluna que veio conversar com ele pelo motivo inverso: devido ao stress no trabalho em uma multinacional. Ela perdeu o bebê aos 6 meses de gestação (como o sistema respiratório não estava formado, a criança não resistiu) e aí começou a chorar muito. Eu tentei consolar, mas estava tão mal em receber o negativo e me senti tão impotente.

Imaginem a situação: uma pessoa vem feliz falar comigo porque está grávida, a outra chora porque perdeu o bebê devido a stress no trabalho e eu, depois de toda a minha trajetória, tinha acabado de receber o negativo da minha 3ºFIV e, arrasada, tive que controlar a situação.

Acabou a cena, liguei para o médico, que pediu para suspender a medicação e agendar consulta para traçarmos novos planos, porque não vou desistir e lançar a expectativa no futuro. Os 38 anos que chegaram me amedrontam, mas vou resistir, levantar a cabeça e partir para novo procedimento

Obviamente, depois que tudo se acalmou no trabalho, fui pra casa e chorei muito....