domingo, 23 de novembro de 2014

Relação entre Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP), uso de Metformina e Fertilização in Vitro (FIV)


Como estou usando Metformina a pedido do médico por um diagnóstico de ovários policísticos, antes de iniciar a indução de ovulação para a FIV, resolvi buscar mais informações sobre a relação entre o uso deste medicamento, que a princípio tem sua indicação principal para diabetes, mas também ajuda no tratamento da SOP.

A SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos) é um dos fatores que leva muitas mulheres à procura pelos tratamentos de FIV.



Tem informações bem detalhadas no link abaixo sobre o diagnóstico: http://www.ipgo.com.br/sindrome-dos-ovarios-policisticos-sop/
 
No meu caso, não tenho os sintomas, como alterações nos ciclos menstruais (com longos intervalos) ou aparecimento de pelos no corpo, de acne e da obesidade, mas no ultrassom são visíveis os vários cistos. Há uma diferença entre cisto no ovário e ovário policístico, que depende do tamanho e no número de cistos. Geralmente, na síndrome, existem de 10 a 20 pequenos cistos com meio centímetro de diâmetro, enquanto os cistos de ovário são únicos e bem maiores, medindo de 3 cm a 10 cm.

Os cistos não são a causa do problema relacionado às tentativas de engravidar, mas refletem a consequência de um desequilíbrio hormonal, pois o corpo não consegue fazer progredir a ovulação, porque os folículos não se desenvolvem a contento. Além disso, o tecido ovariano onde os folículos estão localizados ajuda a piorar a situação. Ele se chama estroma e também produz androgênio, que é um hormônio que dá origem ao desenvolvimento de características próprias do sexo masculino, sendo o mais conhecido a testosterona. Por isso, o ovário típico da síndrome tem maior volume e estroma aumentado.
 
 
Para o tratamento da SOP, é importante localizar suas causas, que podem ser fatores relacionados ao hipotálamo, na hipófise, nos ovários ou nas suprarrenais e produzem mais hormônios masculinos do que o normal, o que favorece o hirsutismo (como descrito acima). Mas também podem ser manifestação de hiperinsulinismo, por isso a recomendação do uso da metformina.
 

Tratamento para SOP e fertilidade

Como se trata de uma doença crônica, não cura-se a síndrome, mas ataca-se os sintomas. No caso das mulheres obesas, às vezes, só a perda de peso provoca a reversão do quadro, porque a obesidade gera resistência à insulina e essa resistência produz o aumento de andrógenos, os hormônios masculinos.

No caso de mulheres que não são obesas, o tratamento pode ser com uso simultâneo de pílula anticoncepcional (para diminuir a produção dos hormônios masculinos) e metformina para tratar a resistência à insulina, o que tem trazidos relatos de sucesso.

 

 
Metformina para melhorara fertilidade: mas e os efeitos colaterais?

Como eu tinha histórico de diagnóstico de ovários policísticos e os últimos ultrassons confirmaram, comecei a tomar metformina para “limpar” os ovários, que tem muuuuuitos pequenos cistos.

A Metformina (com vários nomes comerciais, como Glifage, Dimefor e Glucoformin - ou o genérico!), é um remédio oral para Diabetes Tipo 2, também é utilizada para o tratamento da Síndrome dos Ovários Policisticos. Um dos benefícios, em relação aos outros remédios para diabetes é que não causa hipoglicemia e também ajudar a reduzir os níveis de colesterol LDL etriglicerídeos, além de auxiliar a emagrecer, mas também tem efeitos adversos.

A metmofina só deve ser usada por pacientes selecionadas e com prescrição médica e posso dizer que os efeitos colaterais são bem chatinhos, principalmente gastrointestinais. No meu caso, tive diarréia, náusea, vômito e um pouco de cólica. Dizem que vão melhorando depois do uso prologando. Tive um mega piriri no primeiro dia, pois estou tomando um ao dia ainda, para aumentar para 2 após 10 dias. Espero usar apenas por um período até tudo normalizar e poder tomar os remédios para induzir a ovulação da próxima FIV.
É importante cuidar da alimentação, agora vou procurar uma nutricionista, aí os efeitos colaterais deixam de ser negativos como dores abdominais e passam a ser um corpinho mais magro e saudável.