domingo, 10 de novembro de 2013

A “Janela de Implantação” na FIV e o exame ERA - Endometrial Recepty Array

Meninas, estou compartilhando um tema sobre o qual tempo pensando, principalmente depois da FIV negativa, fico elocubrando oque pode ter dado errado.
Um dos fatores que influencia é o momento exato em que é feita a transferência dos embriões, que deve seguir o que os médicos chamam de “janela de implantação”.
Como minha médica atrasou em um dia devido à agenda dela e disponibilidade da clínica, fiquei pensando se isso pode ter afetado. Desde então estou com esta “pulga atrás da orelha” e resolvi pesquisar um pouco.

A “Janela de Implantação” é o período de receptividade endometrial. O endométrio é receptivo quando está pronto para a implantação do embrião, e normalmente isto ocorre entre os dias 19-21 do ciclo menstrual (5-7 dias pós-ovulação).

Um dos motivos da falha na FIV decorre de problemas de implantação do embrião no endométrio, que pode ter alterações. Tais problemas podem ser analisadas por alguns exames, como o aumento de células NK (Natural Killer) e processos inflamatórios

O IPGO divulga um novo exame, chamado ERA (Receptividade Endometrial ARRAY), que avalia a receptividade endometrial para esclarecer alguns resultados negativos e melhorar as chances de gravidez.

Segundo o site, o ERA – Receptividade Endometrial ARRAY é um novo método de diagnóstico desenvolvido pela IVIOMICS (departamento de R & D), após mais de dez anos de pesquisa e patenteado pelo grupo IVI (Instituto Valenciano de Infertilidad – Espanha).
O exame ERA consiste em avaliar a receptividade endometrial do ponto de vista molecular, como uma importante análise do fator uterino. Essa ferramenta molecular nos permite diagnosticar se o endométrio é receptivo ou não, analisando a expressão de um grupo de genes responsáveis por esta função. Para isso, uma biópsia endometrial deve ser feita na fase receptiva do ciclo menstrual, no sétimo dia após o pico do hormônio LH, ou após cinco dias de uso da progesterona, em um ciclo estimulado.
Nos casos de falhas repetidas de tratamentos de fertilização, antes de iniciar um novo tratamento o Teste ERA pode identificar se o paciente vai exigir uma janela personalizada de implantação. Desta maneira, caso dê alterado, os médicos podem tomar as medidas corretivas necessárias para que o processo de reprodução assistida possa ser realizado com sucesso.
Há mais detalhes no link: http://www.ipgo.com.br/novos-exames-era/

Pelo que li em um dos fóruns do E-family, custa em torno de R$2mil: http://www.e-familynet.com/phpbb/fiv-tec-mulheres-que-ja-passaram-pelo-negativo-parte-4-t757701-930.html


Se alguém souber de alguma coisa, por favor, compartilhe...